Quando você pensa em arquitetura baiana, o que vem à mente? Nós sabemos que muitas pessoas pensam, em primeiro lugar, no estilo colonial. A verdade é que, apesar da região ter mesmo essa riqueza cultural, é possível encontrar muitas outras tendências interessantes.

Alguns imóveis de veraneio na Bahia, por exemplo, unem traços da beleza do passado e ainda possuem um toque de modernidade (com muito aconchego!). Se você quer saber mais sobre as principais características da arquitetura da Bahia, este guia é o ideal!

 Continue lendo e saiba mais!

Estilo refúgio

No litoral da Bahia, há uma forte tendência de imóveis de veraneio que ofereçam uma experiência relaxante completa. Por isso, além do interior da casa ser confortável e espaçoso, os elementos externos possuem um toque diferenciado. 

Piscinas, banheira de hidromassagem, área de jogos, varanda para se armar uma rede, um belo jardim e área para churrasco são alguns dos itens mais comuns na arquitetura baiana moderna.

Imagina a delícia de descansar em um lugar desses nas suas próximas férias!

Para toda a família

Muitas pessoas que adquirem uma casa de veraneio na Bahia moram longe ou fora do estado e é mais do que normal que queiram proporcionar uma boa experiência para a família a para os amigos. 

Saiba que os arquitetos procuram suprir essa demanda: eles planejam casas com vários quartos e diversas áreas comuns, destinadas a atender às necessidades de famílias grandes ou médias que viajam juntas.

Por isso, se você pretende alugar ou comprar uma casa no litoral da Bahia, pode ficar tranquilo que dá para levar vários familiares ou amigos com você e proporcionar a eles muito bem-estar!

Madeira e azul

Na Bahia, a arquitetura moderna tem sempre um pé na tradição. É comum, portanto, que a maioria dos imóveis tenha bastante madeira natural, utilizada de forma elegante, o que torna o ambiente mais amplo. 

Vigas aparentes, batente de portas e janelas com acabamento rústico e até mesmo móveis remetem ao estilo colonial de uma maneira não tão óbvia, mas muito charmosa.

Além disso, usam-se bastante as paredes em tons de azul, muito comuns nas áreas históricas das cidades, principalmente em ambientes externos da casa. Elas são alegres e têm tudo a ver com relíquias arquitetônicas dos séculos XVII, XVIII e XIX.

Ladrilhos hidráulicos azuis também são perfeitos para dar um ar de construção antiga, o que deixa a casa cheia de personalidade.

Muita luz natural

O uso de janelas amplas e portas de vidro é muito difundido na arquitetura nos últimos tempos; é uma preocupação ecológica, que visa à economia de eletricidade, e estética, pois os ambientes parecem mais amplos assim.

É claro que na Bahia, uma terra com paisagens paradisíacas e maravilhosamente ensolarada, essa tendência iria fazer o maior sucesso. E não é preciso se preocupar quanto à privacidade, pois, quando necessário, basta fechar as cortinas ou persianas.

Para que o sol só ilumine, sem causar desconforto térmico, os profissionais investem em projetos paisagísticos indoors, pois algumas espécies de plantas ajudam a reduzir a temperatura. Ventiladores de teto posicionados estrategicamente também fazem toda a diferença.

Gostou de conhecer mais sobre a arquitetura baiana das casas de veraneio? Então compartilhe este post nas redes sociais e deixe seus amigos morrendo de vontade de fazer essa viagem também!