“Sorria, você está na Bahia!” é uma frase comum nas bancas de souvenires, mas representam muito bem a vibração desse estado brasileiro, um caldeirão de arte, cultura, beleza e alegria.

Vai conhecer ou está considerando morar no litoral nordestino? Então, não deixe de ler nosso artigo, conheça curiosidades sobre a cultura baiana e descubra mais a respeito desse local e o seu maravilhoso povo.

Confira, a seguir!

1. Bahia africana, com muito orgulho e axé

O Brasil é o país com maior concentração de negros fora da África. E, segundo estudos de várias universidades brasileiras, Salvador — capital baiana — é o local com maior ancestralidade africana. A informação é resultado de pesquisas genéticas, em que se constatou que mais da metade da população (50,8%) têm suas raízes na África. Além disso, 75% dos soteropolitanos são negros ou pardos.

O orgulho das origens e da história fica estampado no comportamento do próprio povo, no sincretismo religioso, nas manifestações culturais e na arte, conhecidas pelo mundo afora.

2. Salvador, capital do Brasil

O Brasil foi descoberto pelos portugueses em 1500, quando aportaram com suas caravelas na orla baiana, mais precisamente em Porto Seguro, nome bastante apropriado após expedição marítima de um mês, hoje o município de Santa Cruz Cabrália.

E, quando os europeus descobriram a imensa riqueza do território, fundaram, em 1549, a primeira capital, Salvador da Bahia de Todos os Santos, posto ocupado até 1763, quando o poder se transferiu para o Rio de Janeiro.

3. Terra do cacau

O cacau é antigo nas Américas. Cultivado pelos astecas e maias, suas sementes eram consideradas tão valiosas que muitos as usavam como moeda.

A planta se adaptou muito bem ao clima do sul da Bahia, onde começou a ser plantada em 1679. Hoje, concentrando 95,5% da produção nacional, o cacau baiano é o maior responsável pelo Brasil ocupar o quinto lugar no ranking de produção do grão (com 90% destinada ao mercado externo).

4. Cultura baiana vem do berço

Já falamos aqui que os baianos têm grande apreço pela arte e pela cultura. Portanto, não é de se estranhar que muitos dos grandes artistas reconhecidos pelo mundo afora tenham nascido na Bahia.

A lista é longa, passando pelas diversas expressões (música, interpretação, cinema, literatura, pintura): Caetano Veloso e sua irmã Maria Bethânia, Gilberto Gil, Jorge Amado, Carlinhos Brown, Glauber Rocha, Castro Alves, Carybé, Dorival Caymmi, João Ubaldo Ribeiro, Wagner Moura, Lázaro Ramos, entre tantos outros.

5. Lar do acarajé

Impossível pensar na cultura baiana sem lembrar da comida, tão típica e deliciosa. O acarajé é um dos maiores representantes da gastronomia e cultura locais. A origem do prato vem dos orixás (Xangô e Iansã) e é até hoje usado como oferenda para eles no candomblé.

Por isso, para a venda do produto, é fundamental que a responsável pelo prato esteja vestida com trajes específicos e que o prato tenha sua tradicional forma de preparo. Em 2005, a figura da baiana do acarajé foi considerada patrimônio cultural do Brasil pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

6. Belezas a perder de vista

Não poderíamos falar da cultura baiana sem mencionar algo básico: a beleza do estado. Das praias fantásticas, passando pelo arquipélago de Abrolhos, sem esquecer da riqueza histórica da arquitetura e a fauna local, visitantes nunca precisarão ficar sem ter o que fazer nas férias anuais.

Esperamos que você tenha curtido aprender mais sobre a cultura baiana, entendendo como a riqueza da história e as raízes desse povo são importantes para a construção da identidade do nosso país.

Quer mostrar essa lista para seus amigos? Compartilhe o artigo nas suas redes sociais e marque as pessoas que adorariam descobrir tudo o que a Bahia oferece!