O fim de ano se aproxima e com ele deve vir a decisão de onde passar as férias de dezembro e janeiro. Se você tem um tempo livre nessa época e vai fazer uma viagem por aqui mesmo, dentro do Brasil, uma região de praia vem à sua cabeça imediatamente, não é mesmo?

Nosso país tem muitas riquezas naturais e um extenso litoral de areia branca, sem contar a predominância de dias ensolarados, o que torna a tarefa de escolher o destino certo um pouco mais difícil. Mas fique tranquilo, pois nós vamos ajudar você. Se quiser unir em uma só viagem beleza natural, momentos de relaxamento e novas aventuras, não deixe de visitar o arquipélago de Abrolhos no verão!

Quer saber um pouco mais sobre esse lugar paradisíaco brasileiro e o que vai encontrar por lá? Então continue a leitura e veja 7 motivos para fazer as suas malas agora mesmo!

O arquipélago de Abrolhos

O arquipélago está localizado no oceano Atlântico, no litoral sul da Bahia. A cidade costeira mais próxima a Abrolhos é Caravelas, distante cerca de 80 quilômetros. Ele é composto por cinco ilhas — Santa Bárbara (sob controle da Marinha do Brasil), Siriba, Redonda, Sueste e Guarita. A ilha Siriba, atualmente, é a única aberta para a visitação dos turistas.

A maior delas, a ilha Santa Bárbara, onde há um farol desde 1861, é ocupada por uma base de cientistas e militares, e a visitação não é permitida. No entanto, em alguns casos, as empresas de turismo podem conseguir autorização da Marinha para visitas especiais.

O arquipélago tem área total de 913 quilômetros e faz parte do Parque Nacional Marinho dos Abrolhos, sob cuidados do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A região é considerada importante pelo resto do mundo devido à diversidade marinha e atrai muitos turistas em busca de atividades como mergulho.

Agora, uma curiosidade para você: o nome Abrolhos parece estranho, mas tem origem na língua portuguesa mesmo. Na época das navegações, o lugar foi identificado em mapas com um aviso de “abra os olhos”, pois a formação de corais poderia levar a acidentes e naufrágios.

Como chegar até lá

Para visitar Abrolhos no verão, você deve ter como base a cidade de Caravelas, de onde saem os barcos para o arquipélago. Os aeroportos mais próximos estão em Porto Seguro — 210km de distância — e em Teixeira de Freitas — aproximadamente 80km distante.

Em Caravelas, você pode contratar os passeios para visitar as ilhas. Há pacotes de um ou mais dias, que incluem refeição e hospedagem na embarcação. Os turistas brasileiros devem pagar uma taxa de R$ 43 para entrar no parque nacional.

Por que visitar Abrolhos no verão

Cenário paradisíaco, água transparente e sol são apenas algumas das razões pelas quais você deve visitar a região. Veja a seguir 7 motivos para escolher Abrolhos como seu próximo destino de férias!

1. Água quente e tranquila

Se você é daqueles que fogem de mar gelado, Abrolhos é o lugar ideal. Além disso, as águas são calmas e isso favorece o mergulho. Quem gosta de praticar o esporte sabe como a agitação pode atrapalhar a visibilidade e afastar os animais.  

2. Observação de baleias jubartes

O arquipélago é reconhecidamente um excelente local para quem deseja observar a chegada de baleias jubartes. Apesar de ocorrer fora do período do verão, mas entre os meses de julho e novembro, essa atração atrai milhares de turistas.

As jubartes migram para o litoral brasileiro em busca de águas mais quentes para fazer o acasalamento e amamentar os filhotes. Um espetáculo da natureza em frente aos seus olhos.

3. Mergulho livre

Se já não bastasse tanta beleza, o arquipélago guarda espécies de corais únicas, como o coral-cérebro da Bahia. A prática de mergulho é um dos principais atrativos do arquipélago devido à riqueza da região.

Na região há chapeirões — grandes estruturas em forma de cogumelo — para observar a vida marinha. Alguns têm altura de até 35m. Somam-se a eles as embarcações naufragadas. Os mergulhadores podem explorar, por exemplo, um cargueiro italiano Rosalinda, que afundou em 1955, ou o Santa Catharina, afundado por ingleses há mais de 100 anos.  

4. Abundância de fauna e flora

Além da vida marinha, o local é reconhecido pela diversidade fora da água também. Não à toa, a região atraiu o cientista Charles Darwin em 1830, que fez uma visita ao arquipélago durante a famosa expedição a bordo do navio Beagle.

5. Caminhadas ecológicas

Se você não é adepto do mergulho, mas gosta de se exercitar, há outras atividades na ilha. É possível contratar guias para fazer caminhadas ecológicas. Eles vão levar você a lugares para observar flora e fauna, como as aves da região: atobás-brancos, fragatas e rabos-de-palha.

6. Praias paradisíacas

O arquipélago tem 10 belíssimas praias para quem busca relaxar e aproveitar a paisagem nas férias. Algumas delas são bastante desertas e, em alguns casos, isoladas, como a praia da Ponta da Baleia. Para você ter uma ideia, o local só é acessível na maré baixa.   

7. Visita a manguezais

Abrolhos tem a maior concentração de manguezais no extremo sul da Bahia. Eles são povoados por moluscos e crustáceos entre os rios Caravelas, Peruípe e os afluentes. Um passeio bem interessante, não?

Onde se hospedar

Como já dito anteriormente, as visitas a Abrolhos são feitas por meio de passeios de barcos, com duração de um ou mais dias. Por isso, o ideal é se hospedar em cidades da zona costeira baiana e próximas ao arquipélago, como Caravelas, Alcobaça, Nova Viçosa e Prado. Caravelas é a mais perto e a chegada na ilha pode durar de 2 a 6 horas.

Como você pôde perceber com as nossas dicas, Abrolhos no verão tem atrações para todos os gostos e todas as idades. Escolha as suas preferidas e programe já a sua viagem. Não se esqueça de contratar passeios com empresas de confiança e aproveite as suas férias como você merece!

Se você gostou deste post, siga a gente no Facebook e fique por dentro de outros assuntos como esse!